terça-feira, 8 de julho de 2014

Conheça o Game Gear e os seus exclusivos!



O console portátil da SEGA, o Game Gear, surge em resposta ao portátil famoso e de estrondoso sucesso da Nintendo, o Game Boy. Criado pela SEGA para fazer parte da 4ºgeração, o portátil foi bem aceito nos States, sendo que durou até 1996.

Com o fracasso de vendas por causa da Tonka Toys, a SEGA viu que os portáteis poderia ser a solução para fechar aquela lacuna de derrota nos Estados Unidos. Criou, em 1990 e chamaria-se Mercúrio (Sim, a SEGA ama o Sistema Solar. rsrs). Lançado no Japão e em 1991 nos Estados Unidos, o Game Gear queria tirar a supremacia do Game Boy e do Lynx, o portátil da Atari. 

O consumo exagerado de pilhas (6) não durava nem duas horas. A SEGA lançou a fonte de alimentação em 1993, mas mesmo assim, consumia demais. O portátil colorido e com uma paleta de cores de 4096, mais que a do Master System. O portátil é tão charmoso e tão pesado, mas é tão perfeito e todos seus jogos lançados são legais.


Ele chegou ao Brasil em 1992, foi bem recebido, no entanto não foram sucesso de vendas, já que o pessoal preferia o Master System (que eram os mesmos jogos) e também era caro demais. 
p.s. Tudo no Brasil é caro, infelizmente. Enquanto aqui não vendia muito, no Japão e Estados Unidos ele durou e ficou até 1996 com jogos e tudo o mais. 
Comparado ao Lynx ele era pequeno, mas com o Game Boy, era um trambolho! 

Todos os jogos que eram lançado lá fora, a TecToy convertia para o Master System (foram espertos, pois aqui o Master durou um bom tempo!). Não foram muitos jogos que chegaram ao Brasil, mas a biblioteca do Game Gear foi maravilhosa. Estima-se que foram feitos 300 jogos para o portátil. 

Quando o Sonic saiu para o portátil, comparavam com o do Master System. As cores mais vivas, o jogo mais deslumbrante, mas... O Sonic não tira nariz? Como assim? No entanto é uma versão muito boa!

Vários acessórios foram lançados ao portátil, confiram alguns: 
- Baterias Recarregáveis;
- Super Wide Gear: A Lente de aumento (preciso de uma);
- Conversor para Master System e esse eu tenho, recomendo!
- Adaptador de Esqueiro Elétrico para Carro;
- Cabo Gear to Gear, para jogar two players; 
- Carrying Case: A mochila para carregar o Game Gear e seus jogos; 
- Bateria Solar. 



TV e Rádio Tuner, que fez sucesso, mas só na Europa e States, não  
compensava comprar pilhas para assistir, mas foi revolucionário!


                  Confiram algumas curiosidades do console:

 Olha esse Lego em forma de Game Gear *___*

Conseguiram transformar o Game Gear num N64 portátil, veja o tutorial: https://www.youtube.com/watch?v=ANdhSYaBKFg

O Game Gear foi um portátil e competiu acirrado com a Nintendo, se venceu ou perdeu, não sabemos, mas deu trabalho para a Big N por um tempo. Veja o comercial da guerra entre GG e GB: https://www.youtube.com/watch?v=cieXjddmpUY


Agora não tem como reclamar! O problema da pilha acabou!

O console Game Gear na época era algo super inovador. Onde no passado só tínhamos consoles portáteis em preto e branco, veio a Sega super ambiciosa (sempre foi \o/) com um portátil cheio de cores e com tela de cristal líquido.

Tinha tudo para dar certo, os jogos eram maravilhosos, só que o console era muuito grande e gastava 6 PILHAS daquela pequena. E não durava nada! Aí a sega resolveu a fazer uma bateria recarregável que tornou o console ainda maior!

Seria bom se tivéssemos um deste aqui, com bateria atômica!


Confiram os jogos que valem a pena em ter o portátil!
p.s. Alguns jogos têm no Master System também, então postarei os exclusivos do console!

Adventures of Batman and Robin: Seguindo os lançamentos do Mega Drive e Sega CD, a Sega lança para o portátil. Com gráficos e jogabilidade frenética, a SEGA conseguiu fazer proezas no console. O jogo é maravilhoso e um MUST HAVE para quem ama Batman e o Game Gear.


Arena: Maze of the Death
Jogo de tiro isométrico maravilhoso que saiu em 1995 apenas nos Estados Unidos. Um jogo interessante e bem divertido, uma pena ser raro. Quero em minha coleção.


Beavis and Butt-Head: O jogo é muito legal, mas MUUUITO difícil e causa frustração. Lançado ao mesmo tempo que a versão do Mega Drive, a versão do Game Gear não deixou a desejar, os gráficos e a jogabilidade são perfeitas. Pena que é difícil.


Bonkers: Wax Up
Lançado como título exclusivo para o Game Gear para as crianças (Nem ligo, tenho também e adoro, acho mais legal que a versão do Mega Drive), a Tec Toy fez um port para o Master System mais tarde. No entanto eu acho melhor jogar no Game Gear mesmo.


Captain America in the Avengers
Semelhante a versão do Mega Drive, um jogo raro. Contudo a versão do Mega Drive é ainda melhor.



Chakan: The Forever Man
Um port de 8bits do Mega Drive para o portátil. 



Coca - Cola Kid
Exclusivo para o Game Gear com bundle da Coca Cola no Japão, o jogo é maravilhoso. Eu queria achar um daquele, mas deve ser o valor de um rim. 



Crystal Warriros 
Um RPG de estratégia para o Game Gear, muito legal. Pena que jogos de Game Gear são difíceis achar!




Defenders of Oasis
Um RPG para o Game Gear. Eu adorei, muito semelhante aos RPGs de Mega Drive, mas com um gosto de portátil.


 Double Dragon

 Totalmente diferente e mais lenta que as outras, o jogo não conseguiu mérito no portátil, considerado o pior. Só é jogável com o Bruce. 




Factory Panic ou Crazy Company
O jogo é bem legal e rende horas e horas de diversão.


Fantasy Zone
Totalmente diferente da versão do Master System, o jogo agora bem mais colorido e utilizando a paleta de cores do Game Gear fez dele um MUST HAVE. Eu adoro o Opa Opa e também todos os jogos do Fantasy Zone.






                                                 Garfield: Caught at Act
Totalmente diferente da versão do Mega Drive. A versão do Game Gear oferecem oito fases e duas de bônus, Odie assusta Garfield enquanto ele está assistindo televisão, e ele acaba caindo dentro da TV. Tentando consertar às pressas, Garfield e Odie destroem juntos.Agora, ele deve derrotar o Glitch e fazer o seu caminho para fora.




Griffin
Um jogo da Telenet e publicado pela Renovation. O jogo é um SHMUP, lançado apenas no Japão na era de ouro da Renovation!






                                                    Gunstar Heroes
A SEGA fez um excelente trabalho junto à Treasure, ainda mais que transformaram o game em 8bits com a mesma ação frenética do Mega Drive. Um jogo maravilhoso, pena que a versão do Game Gear só saiu no Japão.
                                           
                                                    Iron Man
Uma versão exclusiva para o Game Gear e outra para o Sega Saturn. A versão do Saturn os LOADINGS são para SEMPRE e a do Game Gear o jogo em si é legal, mas muito lento.






Itchy & Schratchy Game: O rato e o gato mais famoso do desenho dos Simpsons, agora para o Game Gear. O jogo seria lançado para o Mega Drive, porém foi cancelado por motivos desconhecidos. Há roms com a versão completa do jogo na net. A versão do Game Gear é fantástica!




Mega Man: Não confundam esta versão com a do NES nem Game Boy. É uma versão exclusiva da Capcom para o console. O jogo é sensacional, quero muito. Lançado apenas no Estados Unidos.






Panzer Dragoon Mini: Depois do sucesso da versão do Saturn, a SEGA lança uma versão limitada no Japão. Eu adoro, parece muito com o Space Harrier.









Phantasy Star Adventure: Outro RPG da franquia de sucesso da SEGA, porém somente no Japão
.


Phantasy Star Gaiden: Um jogo baseado no clássico do Master System e a sequência direta do Phantasy Star Adventure. Neste jogo, os jogadores aprendem que Alis deixou Algo para um novo sistema solar, onde começa a sua própria colônia.




Popeye Beach Volleyball: EU AMO este jogo, incrível e maravilhoso. Muito divertido. O jogo reúne a galera do desenho famoso para uma partida de vôlei na praia. O curioso é que o desenho foi inventado nos Estados Unidos, entretanto a versão do jogo só saiu no Japão.




Ristar: A estrela mais famosa e carismática da SEGA para o Game Gear. Outro jogo maravilhoso para 8bits. Seguimos a história de um sistema solar bem longe chamado Valdi, que foi danificado pelo tirano  Greedy. Ele forçou os lideres dos sete planetas a trabalhar para ele e escravizou o povo. O pai de Ristar foi sequestrado e a estrela adolescente precisa libertar o sistema solar e salvar seu pai, transformando a vilania em paz novamente.


Shining Force: The Final Conflit
Depois do Sucesso para o Mega Drive, a SEGA resolveu levar para o portátil, porém apenas no Japão que fez um sucesso relativo.







Shining Force II: The Sword of Hajya
Clássico. Maravilhoso. Esplêndido. Uma obra de arte para o portátil da SEGA. Uma versão que eu estou louco atrás!







Shinobi II: Tanto esta versão quanto a primeira é diferente das versões do Master e Mega Drive. São legais também e o jogo continua com a essência de Shinobi.







Simpsons: Bart vs. Radoative Man
Versão exclusiva nos Estados Unidos e pouco conhecido, o jogo segue a tradição dos jogos dos Simpsons, mas este se destaca, pelo menos para mim.







Sonic Drift: Só saiu no Japão. Lembro-me quando eu comprei na feira do rolo por R$10,00. Que saudades desses bons tempos. Um jogo típico de corrida dos anos 90 com o Sonic, Tails, Amy e Eggman.






Sonic Drift 2:  Rara e cara, ganhei do meu amigo Antônio de presente. O jogo segue a mesma sequência que a primeira versão, entretanto agora com mais personagens. Sonic Drift 2 saiu do Japão e foi lançado na Europa e Estados Unidos também.






Sonic Labyrinth: Jogo frustante!!! Considerado péssimo na época! É um quebra-cabeça isométrica / e plataforma para o Game Gear. Sonic deve movimentar-se em torno de uma arena parecida com pinball, usandoo spin-dash para derrotar badniks e pegar as chaves. O único movimento Sonic pode usar no jogo é o Spin Dash, porque o Eggman escondeu seus sapatos vermelhos para tirar sua velocidade.


Sonic Triple Trouble
Um jogo exclusivo para o Game Gear. Seu port ao Master System não é oficial, além de possuir vários glitches. A experiência do jogo é semelhante a do Mega Drive e um MUST HAVE do Game Gear!






Tails Adventures: Jogando agora com o Tails (sempre tivemos vontade de jogar um jogo dele) só para o Game Gear. Cocoa Island é um paraíso que repousa em cima de um recife de coral e não pode ser encontrado em qualquer mapa. Diz-se que o lendário Chaos Emeralds descansa aqui ... Porém Eggman achou o esconderijo e agora tirou totalmente a paz da ilha.



Tails Skypatrol: Lançado apenas no Japão. Os jogadores assumem o comando de Miles "Tails" Prower em um estado permanente de vôo, que se junta a "Sky Patrol" na esperança de salvar uma ilha ao derrotar o  vilã Witchcart, que transforma qualquer um que se opor a ela em cristais com sua magia. Esta é a única aparição de Witchcart e seus companheiros em qualquer jogo do Sonic.
O jogo parece concebido para o público mais jovem, mas é extremamente difícil, como Tails caindo, batendo em um objeto ou tocar o solo faz com que o jogador perde uma vida.

Woody Pop: Quem não se lembra do único jogo que mais vendeu para o Game Gear da Tec Toy. Você não pode deixar a bolinha cair, seu intuito é destruir toda a plataforma.







X-Men: Vários jogos saíram para o Game Gear com exclusividades. São todos ótimos!









Conheçam as edições limitadas do portátil!

Virtua Fighter Mini: Depois do sucesso estrondoso do jogo e do Anime, a Sega do Japão decidiu criar uma edição limitada do hardware. Porém hoje em dia custa o olho da cara!!!

PARA MAIS INFORMAÇÕES, ACESSE O POST DO VIRTUA FIGHTER!!!




Magic Knight Rayearth: O sucesso dos animes para o seu console. A SEGA lançou esta versão depois do jogo para o Saturn. Muito linda!!!!





Coca-Cola Kid: Edição especial que vinha com muitos itens da Coca com copos e até outras coisas. Hiper Raro!








Puyo Pop
Agora você precisa ajudar a querida Arle!!! 


Edições coloridas do Game Gear!





Para jogar Master System ou Game Gear sem precisar de emulador  e jogar online, acesse: http://www.retrosega.com/


Fonte: SEGA Retro