quinta-feira, 17 de julho de 2014

VIRTUA FIGHTER, o pioneiro nos jogos em 3D!


Virtua Fighter (バーチャ ファイター) é um jogo de luta desenvolvido pela Sega AM2 e publicado pela Sega para Sega Model 1 no Arcade em 1993. É o primeiro jogo da série Virtua Fighter. É frequentemente citado como sendo o primeiro jogo de luta 3D  e é a base para quase todos os jogos posteriores do gênero.


Quando joguei pela primeira vez, fiquei tão maravilhado no polígonos e as variações de golpes que só elevou meu gosto pela SEGA. Ainda mais a Pai Chan, minha personagem favorita de todos os tempos.
Virtua Fighter é um game de luta, que você pode selecionar um entre os nove personagens numa arena tridimensional. Ao contrário de Street Fighter e Mortal Kombat, Virtua Fighter baseia-se apenas como um game de diversos estilos de luta, sem magias ou fatalidades. O jogo é com apenas três botões: Guard (Defesa), Punch (Soco) e Kick (Chute). Com a sequência de botões certa você consegue desencadear vários ataques com muitos movimentos.
O jogo era visto como realidade total, deixando os games da Capcom e da SNK no chinelo.


Virtua Fighter segue os passos de jogos de arcade da Sega a partir do início dos anos 1990. Virtua Racing seguiu seu caminho e foi o único a revolucionar o gênero de corrida, Virtua Fighter é um marco importante em jogos de luta, sendo um dos primeiros a tornar a ação com polígonos 3D. Ele pode ser visto como uma evolução ao longo do 1992.
Muitas produtoras apreciavam demais o Virtua Fighter e o modo de luta.
Siba, esse seria o Akira. HAHAH zoado!
Os polígonos do Virtua Fighter são quadriláteros em vez de triângulos, o que se tornou padrão, e foi usado como a tecnologia do Saturn. (Sim, capacidade de máquina!).
Akira Yuki é o personagem principal de Virtua Fighter, e ele foi uma adição de última hora no jogo. Ele substituiu o personagem Siba, que foi cortado do jogo por razões desconhecidas. Sim, é aquele das arábias que aparece no Fighting Megamix!
Durante o desenvolvimento do jogo ficou conhecido como Virtua Fighters, o "s" a ser lançadas antes do lançamento.

Edição com os personagens em miniatura!
Em 1994, o jogo foi título do Sega Saturn, para mostrar a capacidade do videogame. Foi a primeira versão e foi considerada a versão “pelas coxas” e lá encontraram vários problemas de jogabilidade lenta, loading demorado, gráficos com distorções e a música remixada que ficou péssimo. No mesmo ano a SEGA arrumou e virou Virtua Fighter Remix, uma versão melhorada e mais parecida com a do Arcade


 
A versão foi lançada pelo 32X, bem depois da versão do Sega Saturn. E sinceramente, prefiro a primeira versão do Virtua Fighter no 32X, o jogo é mais rápido, sem loading e flui bem a jogabilidade, ainda mais com a paixão do controle do Mega Drive.
Quando Virtua Fighter 2 foi apresentado, ostentava muito em gráficos e jogabilidade melhorada, agora com Shun Di e Lion Rafale. Porém a Namco lança Tekken, concorrente direto do jogo.
Em 1998, a série foi reconhecido pela Smithsonian Institution como obra artística e  de entretenimento, e se tornou parte da Coleção Permanente de Pesquisa do Instituto Smithsonian de Tecnologia da Informação Inovação. Os gabinetes de arcade são atualmente mantidos no Museu Nacional de História Americana do Smithsonian.


Em 1996, Yu Suzuki estava desenvolvendo um RPG do Virtua Fighter que daria continuidade no Dreamcast e se chamaria Shenmue. Por causa do baixo sucesso do Saturn no Ocidente, a SEGA resolveu portar totalmente para o Dreamcast.



Em 1996, também, a SEGA realizou um anime com a temática do Virtua Fighter muito legal, assisti todos episódios e deixarei o link aqui para vocês!

Os episódios são totalmente em japonês, e sua história é a seguinte: O enredo se passa com Akira, que viaja pelo mundo para recuperar o dom de ver as 8 estrelas e ser reconhecido como bom lutador. Ao longo da história você vai conhecendo os outros Fighters.
Logo no primeiro episódio ele se encontra com a Pai num restaurante que sem querer eles se beijam. Então começa  a fúria de Pai que logo se transforma em amor e ele um personagem totalmente sem intenção a nada. Pai Chan é a filha do mestre de Lau Chan. Eles não tem um relacionamento, já que a mãe de pai adoeceu e Lau só se dedicava aos treinos. Quando ela faleceu, Pai não o perdoou e fugiu. Nos outros capítulos eles encontram Sarah e Jacky e assim começa!


Ainda em 1996, a SEGA lança uma linha de retratos para o Saturn com fotos do dia a dia dos Fighters, porém só no Japão,confiram!



               

Em 1997, Virtua Fighter 3 seria lançado para o Saturn, entretanto a SEGA resolveu lançar para o Dreamcast, assim ficaria com o mesmo visual do Arcade.


Em 2001, meu ódio mortal!!!!! A SEGA lança Virtua Fighter 4 para o PlayStation 2, sendo que seria totalmente para o Dreamcast. Eu não me conformo até hoje e provavelmente nunca irei me conformar.


Em 2012 ela cede Pai, Akira e Sarah para serem jogáveis em Dead or Alive 5, eu achei maravilhoso e ficou melhor que no Virtua Fighter. Mais golpes e também juntar com outra série de renome só cresceria o poder.

Em 2013, Jacky também entra na festa no Dead or Alive 5 Ultimate.










Confiram abaixo todos os jogos do Virtua Fighter lançados para os consoles caseiros:

VIRTUA FIGHTER (1994) O primeiro jogo saindo em console, direto do Arcade, porém com outra cara e que a SEGA precisava urgentemente arrumar, pois não saiu totalmente tudo aquilo que os jogadores esperavam. 
                                   


 VIRTUA FIGHTER REMIX: (1995): Agora a versão totalmente melhorada e com o som decente foi lançada para Saturn, arrumando todos as imperfeições.





VIRTUA FIGHTER 2 (1996): Foram lançadas duas versões, a versão do Saturn que destruiu carreiras e elevou o Sega Saturn, por um curto período, e uma versão do Mega Drive para as pessoas que não podiam obter o supremo console. A versão do Mega Drive é boa, aliás, eu amo, mas não se compara com a versão do Saturn que é grandiosa e mostrou o poder do console. Entretanto é bom ter as duas. Tem uma versão para PC também, entretanto a capa japonesa é com o figurino do Virtua Fighter 3, a Sega aderiu à sustentabilidade, rsrs. 
Virtua Fighter 2 foi trazido para o Sega Saturn em 1996 com modos extras e uma trilha sonora e com gráficos belíssimos e avançados para a época. A versão Saturn é amplamente considerado como um dos jogos de maior procura para o sistema, apesar de ter que sacrificar os planos de fundo em 3D de sua contraparte arcade.



VIRTUA FIGHTER MINI(1996):O sucesso do anime foi tanto que a SEGA resolveu lançar uma edição especial para o Game Gear lá fora com o jogo, totalmente baseado no Anime. A Tec Toy portou para o Master System.




Veja o Game Gear de Virtua Fighter Mini ou Animation, é uma perfeição. Esses dias eu vi no Mercado Livre por R$1.200,00.Ele também é menor, poderia vir com bateria recarregável!!!

VIRTUA FIGHTER KIDS (1996): Resolveram transformar nossos queridos personagens em crianças. Depois do sucesso nos Arcades, era hora de chegar ao Sega Saturn. O que me irrita no jogo é a falta de combos e os personagens parecem loucos, às vezes nem apertamos botão algum e um já realiza um movimento. Bruxaria da pesada!
                                                                         
VIRTUA FIGHTER 3 TB (TEAM BATTLE): Virtua Fighter 3 foi originalmente planejado para o Sega Saturn, no entanto, devido às capacidades muito inferiores gráficos do console, o port foi cancelado. Virtua Fighter 3tb, por outro lado, foi trazido para  o Dreamcast como um título de lançamento no Japão e na Europa. Os críticos foram rápidos em julgá-lo por causa da versão Arcade ser superior a do Dreamcast. Isso pode ser atribuído ao fato de a port Dreamcast foi tratada pela Genki e não Sega AM2, que estavam ocupados em outros projetos no momento, ou pelo fato de que pode ter sido levado às pressas para fora como um título de lançamento.

VIRTUA FIGHTER 4 (2001): Feito para os Arcades e seguiria para o Dreamcast, entretanto a SEGA já estava planejando sair do ramo de consoles e deixou o projeto parado. As revistas já anunciavam a chegada ao Dreamcast, mas do nada a SEGA deixa para o PlayStation, seu rival. Oiiiiiii (interrogações infinitas!!!)
VIRTUA FIGHTER 10th ANNIVERSARY: (2003)  Foi lançado numa edição especial de 10 anos do jogo com DVD e o Livro. Hiper raro e lançado apenas no Japão (para variar T____T) Na América do Norte, o jogo foi incluído no mesmo disco como o lançamento do Virtua Fighter 4 Evolution, e na Europa, foi oferecido como um item promocional em pequenas fontes. Cópias da Europa, em particular, tornaram-se extremamente rara e o preço é salgado. 

VIRTUA FIGHTER EVOLUTION (2003) Lançado como exclusividade do PlayStation e com novos personagens, o jogo foi best-sellers e também um dos mais queridos. Eu simplesmente amo essa versão. O jogo introduz dois novos personagens; o judoca  assassino, Goh Hinogami e o boxeador de Muay Thai, Brad Burns. Vários outros ajustes também têm ocorrido - por exemplo, o estilo de Vanessa Lewis virou  Vale Tudo "ofensivo. Cada etapa também foi ajustada, por exemplo, a etapa de Lei-Fei em Virtua Fighter 4 tomou anteriormente lugar durante pôr do sol, mas em evolução que tem lugar durante a manhã.

VIRTUA FIGHTER 5 (2006): Quebrando a supremacia nos consoles da SONY, a Microsoft ganha uma versão totalmente ONLINE. É um dos melhores jogos, mas peca em algumas coisas. O jogo é muito divertido, a QUEST é muito boa. Agora com mais dois personagens: El Blaze e Eillen (minha favorita depois da Pai).
VIRTUA FIGHTER 5  FINAL SHOWDOWN (2012): Uma versão melhorada e com mais golpes do Virtua Fighter 5 e com um personagem novo, Jean Kudo. Um dos melhores jogos EVER e indispensável para qualquer jogador que ama a série igual a mim. 
CONFIRAM, AGORA, TODOS OS CROSSOVER COM OS PERSONAGENS: 

FIGHTERS MEGAMIX (1997): 
Vários personagens de vários jogos da Sega compõem o elenco, incluindo o elenco completo de Virtua Fighter 2 e Fighting Vipers. Vários personagens da era Saturn e é considerado o melhor de 97.
Os golpes mais rápidos, personagens queridos, início dos golpes do Virtua Fighter 3 e entre outro são os atrativos deste MUST HAVE!

VIRTUA QUEST (2004): 
Você está num mundo totalmente em 3D e Sei, o personagem principal precisa encontrar os movimentos secretos, conhecidos como Virtua Souls. Com isso, ele conhece os lendários Virtua Fighters e, assim, consegue obter os melhores golpes. O jogo é um dos meus favoritos!

DEAD OR ALIVE 5 (2013) e ULTIMATE (2013)
A TECMO e a SEGA fizeram um trabalho incrível neste jogo, saindo melhor que o Virtua Fighter. Os golpes estão perfeitos e com uma cara melhor no jogo. 


PROJECT X (2013)
Um RPG tático feito pela CAPCM x NAMCO x SEGA para o 3DS. 

Virtua Fighter teve roupas, também!

Tem COSPLAY mandando ver!


Teve, também, bonecos e pelúcias que eu quero todos!
  

 E tem a melhor e mais bonita personagem dos cenários de luta, PAI CHAN!




Valeu, AM2 e SEGA, por criarem uma perfeição que revolucionaria o 3D de hoje! Sega, sempre pioneira!



Fonte: Sega Retro, Sega.com, Wikipedia